Vítima foi alvejada por pelo menos 05 tiros.

O crime ocorreu por volta das 20:00h desta quarta-feira(20/12/17), nas proximidades do Campo do Jovinão. A vítima foi Josilda Sales Gomes, 20 anos, natural de Nova Russas. Ela residia na Rua Francisco Lopes, bairro Alto da Boa Vista, nesta cidade.

Josilda foi lesionada por pelo menos 05 disparos de arma de fogo, que atingiram suas costas. Após ter sido socorrida ao hospital Municipal José Gonçalves Rosa, foi transferida para Sobral, mas faleceu ao chegar em Ipueiras.

Segundo informações da PM, antes de morrer, a vítima declinou os nomes dos autores do crime. Um dos indivíduos apontado por Josilda foi preso e encaminhado à DRPC em Crateús. O acusado preso trata-se do lavador de carros Marcos André Alves de Sousa, vulgo “Marquin”, 21 anos, residente na Rua Chagas Mourão  – São Francisco, que nega participação no homicídio.

Policiais Militares estão à procura do segundo acusado apontado pela vítima, identificado como Antônio André Gomes Rodrigues, vulgo “Louro”, residente em Mulungu, zona rural de Nova Russas, que está foragido. A arma utilizada no crime ainda não foi encontrada.

Acusado preso é conhecido como “Marquin”.

Josilda era mãe de duas crianças. Uma pessoa informou em um grupo de Whatsapp, que a vítima estava participando de um culto evangélico, quando recebeu uma ligação, saiu e pouco tempo depois, foi alvejada pelos tiros.Segundo relatos de populares aos PMs, um dos indivíduos segurou a vítima e o outro efetuou os disparos.

Ainda segundo populares, Josilda teria morrido porque “tinha falado demais”. Mas há outra versão para sua morte, que seria pelo fato de possivelmente ter algum relacionamento com o indivíduo Rogério, preso por tráfico de drogas e atualmente recolhido na cadeia pública de Crateús. A sogra de “Marquin” é companheira de Rogério.

Segundo informações da polícia, Josilda teria ido visitar Rogério nesta quarta-feira e “Marquin” não teria aprovado a conduta da vítima.

Após ter sido autuado em flagrante pelo crime de homicídio, “Marquin” foi recolhido à Cadeia Pública de Nova Russas.

O caso será investigado pelo Delegado Dr. Bruno Rocha e sua equipe.

A ocorrência foi atendida pela PM de Nova Russas, Tenente Erivaldo(Cmte. da 2ª CIA/7ºBPM), Sargento Santana, Sds.Tiago Sousa, F.Gomes e R. Andrade.

Nordeste Notícia