As autoridades ainda não divulgaram a lista oficial de vítimas fatais, mas um membro da Defesa Civil disse à AFP que há 12 mortos, incluindo um americano, e que entre os 13 feridos se encontram três cidadãos brasileiros.

Segundo o agente da Defesa Civil, além dos três brasileiros há oito americanos e dois suecos feridos.

Entre os mortos, “90% são americanos”, declarou o agente, acrescentando que o guia mexicano também faleceu. O motorista do ônibus está detido.

Mais cedo, o governo de Quintana Roo havia informado que entre os mortos ou feridos havia “cidadãos do Brasil, Estados Unidos e Suécia”.

O ônibus “transportava 31 passageiros, incluindo 12 pessoas que lamentavelmente faleceram, entre eles uma menor”, e outras 18 pessoas ficaram feridas, segundo o governo estadual.

O “ônibus turístico saiu da estrada no trecho El Cafetal-Mahahual”, quando se dirigia à zona arqueológica de Chacchoben.

As vítimas são “visitantes de Mahahual que chegaram em cruzeiros da Royal Caribbean com destino à zona arqueológica de Chacchobén”, precisou o governo.

A Royal Caribbean Cruises revelou à AFP que dos 31 passageiros, 23 chegaram a Quintana Roo nos navios “Celebrity Equinox” e “Serenade of the Seas”, que zarparam no dia 16 de dezembro do Porto de Miami e em 15 de dezembro de Fort Lauderdale.

Localização de Mahahual, no Caribe mexicano, onde um ônibus de turismo saiu da estrada causando a morte de pelo menos 12 pessoas.© Fornecido por AFP Localização de Mahahual, no Caribe mexicano, onde um ônibus de turismo saiu da estrada causando a morte de pelo menos 12 pessoas.

As causas do acidente ocorrido em uma estrada em linha reta e com pouco tráfego são desconhecidas.

Mahahual, 350 km ao sul de Cancún e próximo da fronteira com Belize, é uma região turística onde chegam diversos navios de cruzeiro internacionais.

Pouca informação

“O capotamento do ônibus ocorreu nas primeiras horas da manhã e de imediato as autoridades foram avisadas (…) para os trabalhos de resgate pertinentes”, destacou a companhia turística.

As autoridades não informaram a procedência do cruzeiro. Na página web da Royal Caribeban, os cruzeiros pelo Caribe partem dos Estados Unidos e de Porto Rico.

A AFP contatou uma porta-voz da Royal Caribbean, que recusou-se a comentar o acidente. Em sua conta no Twitter, a empresa se limitou a dar suas condolências. “Estamos fazendo tudo o que podemos por nossos hóspedes, inclusive assistência médica e transporte”, destacou.

A empresa de cruzeiros, fundada na Noruega e com escritórios em Miami, promove viagens para a região arqueológica de Chacchobén, localizada a 70 km de Chetumal, capital de Quintana Roo e fronteiriça com Belize.

De Mahahual, que também tem uma zona de praias e restaurantes, partem diversos passeios turísticos para os visitantes que chegam nos cruzeiros e são a principal fonte de renda do porto.

Quintana Roo, onde ficam Cancún e a Riviera Maia, é o destino mexicano mais visitado por turistas estrangeiros.

Nordeste Notícia
Fonte: AFP