Agora é oficial: Robben não jogará mais pela Holanda. Após 14 anos, 96 jogos, 29 assistências e 37 gols, o camisa 11 formalizou a aposentadoria da sua seleção assim que terminou o duelo contra a Suécia, nesta terça-feira, na Amsterdã Arena. Apesar da vitória por 2 a 0, com gols do atacante do Bayern de Munique, a Laranja está fora da briga por uma vaga na Copa do Mundo. E, fora da briga por um lugar na Rússia, o jogador saiu de cena aos 33 anos com bom humor.

– E o homem de vidro foi quem mais durou… – disse, em referência à sua condição física, lembrando que outros nomes de sua geração, como Van Persie e Sneijder, deixaram a seleção holandesa antes dele.

Entre os 96 jogos que fez com a camisa laranja, Robben disputou uma final de Copa do Mundo, em 2010, quando parou em Casillas na chance de dar o título à Holanda na África do Sul. Ainda terminou o Mundial de 2014 em terceiro após perder a seminal para a Argentina e vencer o Brasil em seguida. De quebra, disputou três Euros: 2004, 2008 e 2012.
Os números individuais de Robben não são qualquer coisa. Ele deixa a Laranja empatado com Dennis Bergkamp como quarto maior artilheiro da seleção holandesa. Ele marcou um gol ou deu assistência a cada 112 minutos com a camisa laranja.
Com o adeus à Rússia 2018, a Holanda ficará fora da Copa após disputar três edições seguidas. A última vez que não esteve no torneio foi em 2002. Algoz da Laranja, a Suécia, por sua vez, pode voltar à Copa após 12 anos. Sua última participação foi em 2006, quando caiu nas oitavas de final para a Alemanha. Agora, tem que passar pela repescagem.
Fonte: G1.com