A escalação de Gum foi, sem dúvida, a maior surpresa do técnico Abel Braga para o Fla-Flu. Após quase um ano fora e duas cirurgias no pé, o jogador retornou justamente no clássico da última quinta-feira e jogou 43 minutos no empate por 1 a 1.

Apesar de longe da forma física ideal, pesou a favor a experiência do zagueiro, que já fez mais de 350 jogos e conquistou dois títulos brasileiros com a camisa tricolor. Números, porém, que não diminuíram a ansidade do retorno aos gramados.

– Muito feliz com essa volta, emocionado desde o momento que fiquei sabendo que teria a oportunidade. Procurei me acalmar para não deixar a ansiedade passar do ponto. Envolvia um Fla-Flu, envolvia muito tempo sem jogar, envolviam duas cirurgias… Foi muita coisa em um jogo só. Por isso fui respirando e me acalmando – disse o zagueiro, com um sorriso no rosto e nitidamente feliz pelo retorno aos gramados.

Gum revelou que há dois dias ficou sabendo que receberia a oportunidade no clássico.

– O Abel me perguntou como eu estava me sentindo. A oportunidade estava aí e eu não podia deixar escapar. Eu sabia que não estava 100%, mas com trabalho, fé, coração e confiança, dei meu máximo. Falei que enquanto estivesse em campo, daria 100%. Deixei tudo o que eu tinha dentro de campo. Graças a Deus não senti nada no pé, onde passei por duas cirurgias. Eu sabia que a oportunidade podia acontecer, então já vinha dando o máximo nos treinamentos.

O retorno aos gramados, no entanto, durou menos do que 45 minutos. Um lance em que caiu de barriga em cima da bola após dividida com Everton colaborou para o zagueiro deixar o jogo nos minutos finais do primeiro tempo. Gum, no entanto, admitiu estar exausto e ainda longe da forma física ideal.

– Caí em cima da bola, fiquei um pouco com falta de ar. A partir daquele momento passei a sentir cansaço físico. Fiquei muito tempo sem jogar. Nos últimos dois lances, eu pensava uma coisa, e o corpo não respondia. Então tive que sair, porque estava esgotado. Não tinha mais condição de ficar em pé em campo.

Abel confirma Gum contra o Avaí

Após o clássico, Abel Braga comentou a opção por Gum, elogiou a vibração e experiência do zagueiro e confirmou o jogador na partida de domingo, contra o Avaí, no Maracanã.

– Para todos foi uma surpresa o Gum entrar como titular, e ele não será problema para domingo. Mesmo com alguns problemas, vamos colocar uma equipe que tenha essa vibração. No domingo ele vai estar inteiro. Falei que iria colocá-lo. Nesse momento, tudo influencia. Principalmente o mental. Por isso fomos a campo com uma equipe mais cascuda – disse o treinador.

Fonte: Globoesporte.com